|

X

A Eslovénia é o primeiro dos novos Estados-membros a presidir o Conselho da União Europeia. A Eslovénia presidirá desde 1 de Janeiro a 30 de Junho de 2008. As suas prioridades, que decorrem em grande parte do programa comum elaborado em colaboração com a Alemanha e Portugal, os seus dois predecessores, são as seguintes:

- ratificação de Tratado de Lisboa. A Eslovénia quer dar o primeiro exemplo ratificando o Tratado no início de 2008;

- o lançamento do segundo ciclo da Estratégia de LIsboa. Não haverá uma alteração radical, uma vez que esta estratégia começa a dar frutos;

- adopção rápida do pacote "Clima e Energia". Após a confer~encia de Bali sobre as alterações climáticas, a Comissão apresentará em Janeiro um pacote "Clima e Energia". A Europa deve imperativamente adoptar esta proposta a fim de dar o tom aquando das negociações internacionais sobre o clima a realizar em Copenhaga em 2009;

- estabilidade dos Balcãs Ocidentais. A Eslovénia tenciona reafirmar a "segunda agenda de Salónica" (relativa à readmissão de cidadãos em situação ilegal), conseguir a realização de acordos de estabilização e associação e reforçar a cooperação regional em vários domínios;

- promoção do diálogo intercultural. A Eslovénia abrirá o Ano Europeu do Diálogo Intercultural. Procurará reforçar este diálogo em particular com os Balcãs Ocidentais e criará uma universidade euro-mediterrânica em Piran.

Sítio Web da Presidência Eslovena