|

X

 

A 1 de Janeiro de 2007 a Alemanha assume a Presidência da União Europeia, depois da Finlândia. O futuro da União Europeia será uma das questões centrais desta Presidência que terá a duração de seis meses.

A Presidência levará a cabo uma série de consultas junto dos Estados-membros durante a primeira metade de 2007 e elaborará um relatório que será apresentado ao Conselho. O relatório explorará os possíveis desenvolvimentos futuros e servirá de base para as decisões sobre o processo de reforma. No Conselho de Junho de 2007 estará em foco esta questão.

A 25 de Março de 2007 os Chefes de Estado e de Governo da UE, bem como os presidentes da Comissão e do Parlamento Europeu, reunir-se-ão numa cerimónia em Berlim para comemorar o 50º Aniversário dos Tratados de Roma. Será feita uma declaração conjunta sobre os valores e as ambições europeias que confirma o compromisso comum de resolver as questões em conjunto.

Outras prioridades do programa de trabalho incluem a criação de mais crescimento e emprego, fortalecendo uma área de segurança e justiça e na expansão da área de segurança e estabilidade. A Presidência Alemâ pretende igualmente prestar especial atenção à luta contra as alterações climáticas apoiando a acção da Comissão Europeia para acelerar as medidas necessárias para combater as alterações climáticas.

O Presidente da Comissão promoteu apoiar a Alemanha durante a sua Presidência. A 9 de Janeiro o Colégio dos Comissários encontrar-se-á em Berlim para discutir os desafios para os seis meses da Presidência e para abordar a melhor forma de alcançar resultados concretos.

A abertura da Presidência ficará marcada pela introdução de um sistema de "tripla presidência", uma vez que a Alemanha consultará POrtugal e a Eslovénia, os dois Estados-membros que se seguirão à Alemanha, de forma a garantir uma melhor continuidade política na Presidência Europeia. Os três países prepararão em conjunto a Cimeira Europa-África que terá lugar durante a Presidência Portuguesa.

Site Oficial da Presidência Alemã da UE