|

X

A Comissão Europeia vai lançar um novo prémio "Capital Verde", a atribuir todos os anos a uma cidade que se destaque pela sua qualidade de vida em termos ambientais. Poderão candidatar-se todas as cidades europeias com mais de 200 000 habitantes e a selecção das vencedoras para 2010 e 2011 estará a cargo de um júri, que fará a sua escolha no decurso de 2008. O prémio pretende incentivar as cidades europeias a tornarem-se locais mais atraentes e saudáveis - "próprios para viver".

Líderes no respeito pelo ambiente

Em 2010 será pela primeira vez seleccionada uma cidade europeia para Capital Verde do ano. O prémio será atribuído a uma cidade que apresente um historial consistente de respeito por padrões ambientais elevados, que esteja permanentemente empenhada em pôr em prática medidas ambiciosas, que aposte na melhoria do ambiente e no desenvolvimento sustentável e que possa servir de modelo inspirador para outras cidades e promotor das melhores práticas em todas as demais cidades europeias.

Europa Urbana

O prémio "Capital Verde da Europa" foi uma iniciativa concebida para promover e premiar esses esforços. O prémio mostra como uma cidade quer- e consegue! - resolver os problemas ambientais de modo a melhorar a qualidade de vida dos seus habitantes, reduzindo simultaneamente a pressão sobre o ambiente em termos globais. Fornece um incentivo a que as cidades se inspirem nos exemplos de outras e partilhem as melhores práticas, ao mesmo tempo que estabelece uma saudável concorrência.

As cidades verdes de amanhã

O concurso estará aberto aos 27 Estados-membros da UE, aos países candidatos (Turquia, Antiga República Juguslava da Macedónia e Croácia) e aos países do Espaço Económico Europeu (Islândia, Liechtenstein e Noruega). Todas as cidades da União Europeia com mais de 200 000 habitantes poderão candidatar-se ao prémio "Capital Verde da Europa", bastando para isso preencher um formulário de candidatura em linha. As candidaturas são avaliadas com base em dez critérios ambientais, que incluem as alterações climáticas, os transportes, o ar, os resíduos e a água. A data-limite para o envio das candidaturas ao título tanto para 2010 como para 2011 é 1 de Outubro de 2008 e o júri fará a sua escolha ainda antes do final do ano.

O júri é composto por representantes da Comissão Europeia, da Agência Europeia do Ambiente, do ICLEI (International Council for Local Environment Initiatives) - uma associação de governos locais em prol da sustentabilidade, da Federação Europeia de Transportes e Ambiente (T&E), da União das Capitais da União Europeia e do Comité das Regiões.

Contexto

O prémio "Capital Verde da Europa" é o resultado de uma iniciativa tomada por algumas cidades com uma visão ecológica. O conceito foi originalmente delineado numa reunião realizada em Tallin, na Estónia, em 15 de Maio de 2006, por iniciativa de Juri Ratas, antigo Presidente da Câmara de Tallin, tendo 15 cidades europeias e a Associação de Cidades Estónias assinado um memorando de Entendimento comum relativo à instituição deste prémio. Actualmente, mais de 40 cidades, incluindo 21 capitais da União Europeia, subscrevem o memorando.

Mais informações

Sítio do prémio "Capital verde da Europa"

Sítio da Comissão Europeia dedicado ao ambiente urbano

Folheto de apresentação do Prémio "Capital Verde da Europa"