|

X

 

 

A Comissão Europeia lançou uma consulta pública ara recolher os pontos de vista de jovens, professores, animadores de juventude, organizações, empregadores e outras partes inteersadas sobre as prioridades e o reforço do recém lançado Corpo Europeu de Solidariedade.

Tal como foi anunciado em Dezembro último, aquando do lançamento, a Comissão está a preparar uma proposta legislativa, agendada para o primeiro semestre de 2017, que configura uma base jurídica específica para o Corpo Europeu de Solidariedade. Os resultados da consulta permitirão definir com maior precisão e consolidar o Corpo Europeu de Solidariedade, contribuindo para o trabalho que a Comissão está a desenvolver com vista à proposta legislativa.

 

A consulta pública terá uma duração de oito semanas e tem por base uma anterior consulta às partes inteerssadas realizada no final de 2016 aquando da preparação do lançamento do Corpo Europeu de Solidariedade, em Dezembro. Os jovens e as organizações participantes na consulta pública terão a oportunidade de avaliar os diferentes objectivos da iniciativa, dar conta da sua motivação para participar, comunicar as suas necessidades em matéria de informação e orientação e partilhar boas práticas. A consulta será complementada por consultas específicas com partes interessadas envolvidas no trabalho com jovens na UE.

 

Antecedentes

 

Em 7 de Dezembro de 2016, a Comissão lançou o Corpo Europeu de Solidariedade. Dirigida aos jovens entre os 18 e os 30 anos, esta iniciativa dá-lhes a oportunidade de participar numa série de actividades de solidariedade que dão resposta a situações difíceis em toda a UE, permitindo-lhes adquirir uma experiência inestimável e competências importantes no início da sua acrreira, ao mesmo tempo que promove e reforça o valor da solidariedade, um dos valores fundamentais da União Europeia.

Na sua Comunicação sobre o Corpo Europeu de Solidariedade, a Comissão adoptou uma abordagem gradual, aproveitando, numa primeira fase, os programas e instrumentos já existentes, enquanto prepara a sua proposta como instrumento jurídico autónomo a adoptar no primeiro semestre de 2017.

Desde o lançamento da iniciativa, mais de 21 000 jovens inscreveram-se no Corpo Europeu de Solidariedade. Espera-se que as organizações participantes estejam em condições de começar a procurar candidatoa adequados no início de Março e que os primeiros jovens se juntem a actividades de solidariedade já na primavera. O objectivo consiste em obter a adesão de 100 000 jovens até 2020.

 

Mais informações

Consulta Pública sobre o Corpo Europeu de Solidariedade

Perguntas e Respostas sobre o Corpo Europeu de Solidariedade

SítioWeb do Corpo Europeu de Solidariedade